15 junho, 2009

banho de luz


Fechei os olhos e deixei-me ir, na sensação que me invade. E que sorvo como se nada mais existisse, como se a vida se fechasse, sorvo porque preciso respirar.

Porque preciso de mim, do meu corpo, este que a minha alma escolheu (e se o fez foi porque a guiou a sabedoria secular de corpos passados), preciso passar os lábios nas minhas cicatrizes e abrir uma vez mais a janela ao Sol que me quer banhar. A luz, a luz. A luz que cega a alma, habituada à meia penumbra. Abro os olhos devagar, acostumo-me depressa.


Escorre-me a água pelo peito sedento, traça caminhos na pele morena, encontra em mim novas cores e transforma-se no sabor do meu corpo, acompanho-lhe o descer com a ponta dos dedos e reivento-me nesta espécie de amor líquido...


Compreendo que é a mim que devo o amor maior.

Compreendo-o enquanto a água me liberta do peso do dia (sempre foi assim para mim o banho, um ritual de pureza, um penso rápido de alegria), me faz gota viajando pelos poros abertos, em sede.


Quero escutar esta voz que me fala em sussurro, quero embriagar-me da liberdade... liberdade de ser quem sou, de celebrar quem sou, a vida que me foi dada como um presente raro (pois esta vida, este caminho, são só meus!).


Por isso grito a plenos pulmões com a voz calada e os olhos em fogo, abraço-me e embalo-me com cuidado de mãe e deixo-me ir, nesta sensação de paz e força que me consome gentilmente...


Sou génese, sou vida, sou presente de Deus!

6 comentários:

Icon disse...

Sei que escreveste qq coisa mas só me consigo lembrar da imagem... eu distraio-me facilmente! ;)
engraçado... eu uso o banho com um despertar para enfrentar cada dia... nunca como para me libertar de algo... mais para me armar de um escudo...

sussurroserespiros disse...

E não te esqueças nunca que és Especial e Única.

LBJ disse...

"deixo-me ir, nesta sensação de paz e força que me consome gentilmente..."

E que mais se pode desejar?

Beijo

Chris disse...

Cada ser pode ser magnifico, se tentarmos descobrir.
bjs
Chris

Luz disse...

Ícon, compreendo o banho como um despertar, e também para mim é assim... mas existe a parte da alegria e da pureza que a água, inevitavelmente, me transmite... (não conheço a menina da foto, sorry...)

Sussurros, obrigado! Tento nunca esquecer :)

LBJ, só desejaria mais a honestidade, tal como eu a aprendi! É a fuga, a meia mentira, a ilusão que detesto...

Chris, palavras cheias de razão e sabedoria!

RM disse...

Li, reli e voltei a ler com muita atenção... Gostava de comentar o texto com algo mais elaborado, mas nem para explicar isso me ocorre algo que não seja "fantástico"... Fantástico! Parabéns!